Empréstimo solicitado pela Prefeitura irá sanar problemas que afetam a cidade há pelo menos 15 anos

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte, após todos os trâmites legais, e a aprovação da Câmara Municipal, já ocorrida na última semana, estará autorizada a realizar junto à Comunidade Internacional Andina empréstimo no valor de 80 milhões de dólares. Os valores serão investidos em obras de infraestrutura urbana, como saneamento básico, pavimentação, drenagem, acessibilidade em vias públicas, revitalização de praças, construção de Centros de Referência e Assistência Social, entre outros.

O Secretário de Finanças de Juazeiro do Norte, Evaldo Soares, destaca que a inciativa é de suma importância para Juazeiro do Norte. “Com o empréstimo o Prefeito Arnon Bezerra terá a possibilidade de realizar obras que estão sendo necessárias há pelo menos 15 anos e que poderão ser iniciadas e concluídas graças a este projeto de lei”, disse. Sendo assim o Secretário destaca ainda que o empréstimo é um investimento que trará benefícios a cidade gerando desenvolvimento, empregos e vendas no comércio local.

Valores

De acordo com Evaldo, o recurso será liberado gradativamente em cinco anos para que o Município pague em 16 anos, com cinco anos de carência. Quando o Senado aprovar, o Governo Federal será avalista e a Comunidade Andina assinará o contrato. A primeira parcela a ser liberada em 2020 é no valor de 8,9 milhões de dólares, onde a Prefeitura entrará com uma contrapartida de 2,2 milhões de dólares.

Em 2021 deverá ser liberada a segunda parcela pela Comunidade Andina no valor de 13,2 milhões de dólares, e a contrapartida do Município no valor de 3,3 milhões de dólares. Em 2022 o município entrará com uma contrapartida de 4,7 milhões de dólares e a Comunidade Andina com 18,8 milhões de dólares. Em 2023 Juazeiro do Norte entra com 5,1 milhões de dólares e a Comunidade Andina com 20,6 milhões de dólares.

Em 2024 o Município irá liberar a última parcela no valor de 4,5 milhões de dólares e a Comunidade Andina também liberará a última parcela no valor de 18,2 milhões de dólares. É importante ressaltar que durante esses cinco primeiros anos o município vai pagar juros, encargos e comissões de seis em seis meses. Com isso será possível melhorar as condições de infraestrutura e as condições de vida da população, que tanto sofre em períodos chuvosos.

ÁUDIO: Secretário de Finanças, Evaldo Soares,  explica empréstimo para investimentos em Juazeiro do Norte 

Fotos