Atuação da Patrulha Maria da Penha resulta na terceira prisão em flagrante de agressor

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Segurança Pública e Cidadania, informa que a atuação da Patrulha Maria da Penha resultou em mais uma prisão em flagrante. Na última sexta-feira, 29, por volta das 19h, patrulheiros foram acionados pelo número 153 e, com o apoio do Grupo Tático Motorizado da Guarda Civil Metropolitana, deram voz de prisão a Gilberto Moura Assis, de 35 anos.
O homem, descumprindo medida protetiva, estava na porta da casa da ex-companheira, no bairro São José, fazendo ameaças. A vítima havia recebido a visita da Patrulha Maria da Penha naquele mesmo dia, pela manhã. Segundo a Secretária de Segurança Pública e Cidadania de Juazeiro do Norte, Ivoneide Tenório, quando o Juizado da Violência Doméstica e Familiar enviou o caso para a SESP, o pedido era de urgência.
A mulher relatou que foi casada com o agressor durante oito anos e que têm uma filha. Depois da separação, ela saiu da cidade movida por medo. Disse que teve outra relação, mas também era agredida, decidindo retornar a Juazeiro do Norte, onde ainda não encontrou paz.
A prisão de Gilberto Moura Assis foi a terceira realizada pela Patrulha Maria da Penha, desde que o patrulhamento começou a atuar, há pouco mais de dois meses. A política pública é voltada à prevenção e ao combate da reincidência da violência contra as mulheres.
 

Fotos